Entretenimento S e t \ 17 E d i t i o n.

Black Mirror. Black Tecnology.

Se tem uma referência pop atual que abre totalmente (e até exageradamente) a discussão sobre tecnologia é o seriado Black Mirror. A produção da Netflix foi lançada ano passado e vem sendo motivos de debate por muitos dentro e fora da rede.

Assumimos a responsabilidade de não dar nenhum tipo de spoilers no post, mas já deixamos avisado que todos os episódios trazem temas polêmicos, ironizados e exagerados, mas muito importantes do ponto de vista social. Por que não levar situações ao extremo para dar alguns “nós” no cérebro? Bom, cá estão três motivos para assistir a séries.

1. Genialidade melancólica 

O seriado retrata inúmeras vezes a humanidade achando que domina sua relação com a tecnologia, mas está fragilizada psicologicamente em seu vínculo (ou submissão) com ela. O episódio Fifteen Million Merits pinta um quadro apavorante em uma realidade regida por telas, entretenimento e com pouquíssimas interações sociais.

2. Um lado sombrio

Que a internet está lotada de comentários desagradáveis e situações horríveis não é novidades, mas e se tudo isso fosse amplificado? Se a nossa participação maldosa pudesse ir um pouco mais além dos caracteres na tela, saciando a ânsia de condenar tudo e todas que fossem contra nossa visão de mundo? Esse é um exercício que o excelente e assustador episódio White Bear faz.

3. Dependência tecnológica

A dependência tecnológica não é só um tema nas nossas vidas como também já virou rotineiro. No episódio The Entire History of You  que retrata um futuro distópico em que cada momento nosso possa ser registrado, rebobinado e revisto à exaustão até pode parecer interessante inicialmente. Mas como os efeitos nocivos e a paranoia da psique humana reagem sobre essa possibilidade?


Qual seu episódio predileto? Deixem aqui nos comentários as discussões em torno do tema!

No Comments

Leave a Reply